©2019 por Um pouco e muito mais.... Orgulhosamente criado com Wix.com

Um pouco e muito mais diversidade.jpg

Um pouco e muito mais...

Um mundo de diversidade

 
 

DESENHAR MELHOR


A habilidade criativa pode ser desenvolvida e aprimorada com a utilização da prática e do treino. Algumas pessoas pensam que a criatividade é um dom divino, ou então, que existem pessoas seletas para a criatividade, desconsiderando que, na realidade, além de “iluminação” e de inspiração, precisamos de muito trabalho, prática, atitude criativa e padrões perfeccionistas.


Aprenda a desenhar com o curso Como Desenhar Melhor clicando no link


É por meio do desenho que o ser humano cria e recria individualmente formas expressivas, integrando percepção, imaginação, reflexão e sensibilidade. Como possibilidade de falar, de registrar, de divertir, o desenho assume um caráter próprio.



A imaginação produtiva ou criadora, por sua vez, refere-se à capacidade de invenção, de criação de formas e figuras. É algo que introduz o novo, constitui o inédito, a posição de novos sistemas de significados e de significantes, presentifica o sentido. Esse imaginário passa a ser, especialmente, o motor de criação.


Para estimular a criatividade existem vários programas que visam remover as barreiras que inibem ou bloqueiam essa manifestação nos “menos favorecidos”. Existem os processos cognitivos ligados aos processos psicológicos que envolvem o conhecer, compreender, perceber, aprender, etc. Segundo Gardner (1997), eles estariam presentes nos vários estágios do processo criativo, já que a criatividade é desenvolvida na área em que o indivíduo está atuando, levando-o a apresentar originalidade ao apresentar respostas incomuns e remotas. Mas antes dessa apresentação há uma elaboração, e esta é dada a partir de esboços, e segundo o autor, esse aspecto pode ser observado com intensidade nas produções dos artistas plásticos que, após vários esboços é que chegam a uma obra concluída. Para isso, o artista deve ter conhecimento dos materiais e técnicas; assim como os bons escritores, estar “além” da imaginação; um crítico, boas habilidades avaliativas e assim por diante.


Gardner (1997) comenta que há uma necessidade essencial do sujeito desenvolver habilidades técnicas. Encontramos essa afirmação também no livro de Dalton (1993), quando ela entrevista vários profissionais de diferentes áreas de atuação quanto ao desenvolvimento criativo. Na maioria das respostas houve a confirmação de que, para um sujeito ser criativo, independentemente da área, há a necessidade da habilidade/conhecimento técnico e de muito “treino”, repetição de exercícios, de atividades.


A arte do desenho é para todas as idades e pode ser desenvolvido por módulos progressivos. Inicialmente, o artista é um desenhista iniciante. Depois, passa a desenvolver técnicas de anatomia de rostos e expressões, estrutura dos olhos, anatomia geral, mãos e pés, e, por fim, a utilização correta das cores. Todos estes módulos podem ser trabalhados individualmente no curso on-line mais vendido do Brasil atualmente, o Como Desenhar Melhor, por um preço bem acessível, linguagem clara e vídeo aulas interessantes. Clique no link e saiba mais






Referencias

DALTON, Darlene. Processo de criação. São Paulo: Marco Zero, 1993.

GARDNER, Howard. Mentes que criam: uma anatomia da criatividade observada através das vidas de Freud, Einstein, Picasso, Stravinsky, Eliot, Graham e Gandhi. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.



Hashtags

#desenhar #desenho #desenhistas #desenharanime #desenharnaruto #desenhardesenhos #desenharpokemon #desenhoon-line #desenharcachorro #desenharplanta

11 visualizações
 

Entre em contato

Av. Bernardino de Campos, 98 - São Paulo

 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now